http://www.radiofronterafm.com.br/ads.txt

noticias146 Seja bem vindo ao nosso site radiorevistafronteira@gmail.com!

CIDADE

Audiência na Câmara motiva esforço conjunto para projetar o futuro de Foz do Iguaçu

Publicada em 29/11/23 às 18:43h - 17 visualizações

Radio Fronteira FM


Compartilhe
Compartilhar a noticia Audiência na Câmara motiva esforço conjunto para projetar o futuro de Foz do Iguaçu  Compartilhar a noticia Audiência na Câmara motiva esforço conjunto para projetar o futuro de Foz do Iguaçu  Compartilhar a noticia Audiência na Câmara motiva esforço conjunto para projetar o futuro de Foz do Iguaçu

Link da Notícia:

Audiência na Câmara motiva esforço conjunto para projetar o futuro de Foz do Iguaçu
 (Foto: Reprodução)
A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu promoveu na manhã desta quarta-feira, 29 de novembro, uma audiência pública para discutir os indicadores da gestão municipal, proposta pelo presidente João Morales (União Brasil). A iniciativa atende a uma solicitação do Observatório Social diante dos índices da cidade no Ipardes. O debate reunindo os principais setores na pauta do desenvolvimento socioeconômico concluiu pela união dos segmentos com o Poder Público para projetar o futuro da cidade pelas próximas décadas.

O esforço conjunto será no sentido de impulsionar o crescimento e desenvolvimento da cidade. Os grupos de trabalho serão distribuídos por setores realizando estudos das potencialidades e definindo as estratégias e ações. As decisões foram tomadas com anuência dos representantes presentes, dentre eles do Observatório Social, Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu, Centro Interdisciplinar de Economia e Sociedade da UNILA, entidades setoriais e sociais, além de vereadores e gestores dos poderes Executivo e Legislativo.

O presidente da Câmara, João Morales (União Brasil), destacou relevância das decisões e encaminhamentos. "Quando atingimos esse objetivo, saindo de uma audiência pública como essa, no propósito de planejar a cidade para os seus próximos 30 ou 40 anos é preciso mensurar a importância desse momento. Foi positiva a audiência. Embora os índices apontados são preocupantes, mas o trabalho que pode ser iniciado a partir de agora é o mais importante para o resgate de Foz do Iguaçu nesse esforço conjunto para trabalhar as potencialidades e elevar o desenvolvimento entre as principais cidades do Paraná”, afirmou Morales.

Estudo com base no Ipardes revela estagnação

O Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social constatou que a cidade estagnou nos últimos 10 anos, não entrando na lista das 29 cidades líderes em desenvolvimento no Estado. O Observatório Social comparou os indicadores de Foz do Iguaçu com outras cidades paranaenses similares, revelando resultados preocupantes.

Haralan Mucelini, expositor e representante do Observatório Social do Brasil em Foz do Iguaçu enfatizou a necessidade de revisão das decisões tomadas até o momento pela cidade. “Em educação nós ficamos na posição 267, em saúde na posição 274 e apenas em economia nós somos a 34ª cidade, mas ainda assim muito longe das cidades que têm o mesmo tamanho”, afirmou.

Os representantes presentes destacaram a urgência de rever as decisões tomadas até então pela cidade melhorar os índices de desenvolvimento na próxima década, especialmente ressaltando a estagnação no emprego, que se encontra no mesmo nível de antes da crise sanitária.

A Pedagogia da Unila e expositora, Solange Rodrigues Bonomo Assumpção apresentou dados do Índice Ipardes de Desenvolvimento e reforçou a questão de a cidade ser tríplice fronteira, precisando ser analisada diferentemente das outras cidades. “Temos que pensar em Foz como uma cidade inclusiva para todos. Precisamos pensar no mapeamento do perfil com cortes para que sejam visíveis os diferentes grupos em Foz do Iguaçu de forma sistemática e continuada”, enfatizou.  

Presenças

 Além do presidente João Morales também participaram dos debates os vereadores Kalito Stoeckl (PSD), Adnan El Sayed (PSD) e Yasmin Hachem (MDB). Dentre as demais autoridades presentes estavam Nilton Bobato, Secretário Municipal de Transparência e Governança, representando o governo do município de Foz do Iguaçu; Danilo Vendrúsculo, Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu - ACIFI;

Amilton José Moretto, expositor, professor e coordenador do Centro Interdisciplinar de Economia e Sociedade da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA; Silvia Aparecida Palandi de Souza, Assessora Especial de Relações com o Legislativo; Leonardo Correa Lugon,  expositor e Presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais- APAE; Marcia Batista da Silva, Diretora da Atenção Primária em Saúde, representando a Secretária Municipal da Saúde; Haralan Mucelini, expositor e representante do Observatório Social do Brasil de Foz do Iguaçu;

Darlei Finkler, Secretário Municipal Interino da Fazenda; Solange Rodrigues Bonomo Assumpção, expositora e Pedagoga Institucional da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA; Aldino Cardias, Diretor de Planejamento da Secretaria de Esporte e Lazer; Vanessa Cristine Aquino, representando a Secretaria Municipal da Educação; Jaime Nelson Nascimento, Presidente do Observatório Social de Foz do Iguaçu; Rodiney José Alamini, Presidente do Conselho Superior da ACIFI;

Pedro Rodrigues, Diretor de Iluminação Pública; Carlos Alberto Bordin, Diretor de Comércios e Serviços da ACIFI; Sidney Pazza, Diretor do Patronato; e Alessandra Bussador, Instituto Tecnologia Aplicada de Inovação e Diretora de Programas e Projetos.






assessoria




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (45)999127301

Visitas: 13395790
Usuários Online: 404
Copyright (c) 2024 - radiorevistafronteira@gmail.com
Converse conosco pelo Whatsapp!