http://www.radiofronterafm.com.br/ads.txt

noticias693 Seja bem vindo ao nosso site radiorevistafronteira@gmail.com!

CIDADE

Pedido de isenção do IPTU pode ser protocolado a partir do dia 23 de março

Publicada em 04/03/24 às 13:22h - 27 visualizações

Radio Fronteira


Compartilhe
Compartilhar a noticia Pedido de isenção do IPTU pode ser protocolado a partir do dia 23 de março  Compartilhar a noticia Pedido de isenção do IPTU pode ser protocolado a partir do dia 23 de março  Compartilhar a noticia Pedido de isenção do IPTU pode ser protocolado a partir do dia 23 de março

Link da Notícia:

Pedido de isenção do IPTU pode ser protocolado a partir do dia 23 de março
 (Foto: Reprodução)
A Secretaria Municipal da Fazenda de Foz do Iguaçu informa que os pedidos para isentar o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) poderão ser solicitados a partir do dia 22 de março de 2024. O prazo para requerer o benefício tributário vai até 22 de maio do mesmo ano. 

Anualmente, cerca de 4 mil requerimentos de isenção de IPTU residenciais são protocolados. Deve requerer o benefício somente quem o fez até 2020, pois quando concedida a isenção, a validade é de quatro anos, ou ainda, aqueles que farão o pedido pela primeira vez.

A secretária da Fazenda Salete Horst, explica que o código tributário estabelece que a isenção do IPTU deve ser solicitada mediante requerimento, com os comprovantes necessários, até 60 dias após a data de vencimento da primeira parcela. Se concedida, a exclusão dos créditos será válida por quatro exercícios consecutivos.

Para abertura de protocolo na Secretaria da Fazenda é preciso agendar o atendimento com antecedência pelo WhatsApp (45) 98402-3239. As mensagens são respondidas por ordem de recebimento, no horário de atendimento da secretaria: das 07h30 às 13h30.

Os critérios para concessão do benefício também podem ser consultados no Código Tributário Municipal.

Quem tem direito à isenção de IPTU
A isenção será concedida aos contribuintes que atendam os seguintes critérios concomitantemente:
-Requerente e cônjuge devem possuir somente um imóvel no município e utilizá-lo única e exclusivamente como sua própria residência;
-Renda familiar de até três salários mínimos vigentes no ano civil;
-Inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal
– CadÚnico;-Idade igual ou superior a 60 anos, ou que seja portador de doença ou deficiência que obste a capacidade laboral, ou ainda, único responsável por pessoa portadora de doença ou deficiência que obste a capacidade laboral do responsável.

Documentos obrigatórios:
-Prova de domínio de imóvel ou contrato de locação;
-Comprovante de residência;-Folha resumo do Cadastro Único (CRAS);
-Documentos pessoais (RG e CPF) de todos os moradores maiores de 18 anos;
-Comprovante de renda ou, se for o caso, declaração de desemprego, de todos os moradores maiores de 18 anos;

-Atestado médico que comprove a incapacidade laboral do requerente ou da pessoa sob sua responsabilidade, nos casos de doença ou deficiência.





assessoria




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (45)999127301

Visitas: 13402275
Usuários Online: 398
Copyright (c) 2024 - radiorevistafronteira@gmail.com
Converse conosco pelo Whatsapp!