http://www.radiofronterafm.com.br/ads.txt

noticias12 Seja bem vindo ao nosso site radiorevistafronteira@gmail.com!

CIDADE

Itaipu leva defesa da hidreletricidade para a Expo Paraguai Brasil

Publicada em 22/09/23 às 12:39h - 28 visualizações

Radio Fronteira 101,7


Compartilhe
Compartilhar a noticia Itaipu leva defesa da hidreletricidade para a Expo Paraguai Brasil  Compartilhar a noticia Itaipu leva defesa da hidreletricidade para a Expo Paraguai Brasil  Compartilhar a noticia Itaipu leva defesa da hidreletricidade para a Expo Paraguai Brasil

Link da Notícia:

Itaipu leva defesa da hidreletricidade para a Expo Paraguai Brasil
 (Foto: Reprodução)

A importância da hidreletricidade para impulsionar a economia, especialmente o setor industrial, foi destaque na apresentação do diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, Enio Verri, na palestra de abertura da 14ª edição da Expo Paraguai Brasil, maior evento de negócios entre os dois países. O encontro ocorre em Luque, região metropolitana de Assunção, no Paraguai, de quinta (21) a sexta-feira (22).

Enio Verri e o diretor-geral paraguaio, Justo Zacarías Irún, falaram sobre o tema “Energias Renováveis: A contribuição de Itaipu para o desenvolvimento sustentável do Brasil e do Paraguai”. A palestra ocorreu logo após a cerimônia de abertura da Expo, que contou com a presença do vice-presidente do Paraguai, Pedro Alliana, e do embaixador do Brasil no país vizinho, Antonio Marcondes de Carvalho, entre outras autoridades.

“Para nós, é uma obrigação a participação neste evento, que trata justamente da relação entre Brasil e Paraguai. Mostra que essa é uma relação que já existe há 50 anos (com a constituição de Itaipu Binacional) e é uma relação muito bem-sucedida”, enfatizou Verri. “Itaipu é um exemplo da integração possível entre Paraguai e Brasil. São 50 anos de paz, de harmonia, de crescimento e de contribuição para o desenvolvimento de nossas nações”, completou Justo Zacarías Irún.

Em sua apresentação, o diretor-geral brasileiro – que é economista por formação – pontuou que criação de empregos e renda, crescimento econômico, desenvolvimento, inovação e valor agregado às exportações são benefícios gerados pela indústria, que hoje emprega 10,3 milhões de trabalhadores no Brasil. “São 21,2% dos empregos formais do País”, frisou.

Segundo ele, embora represente 23,9% do PIB brasileiro, a indústria é responsável por 69,3% das exportações de bens e serviços e 66,4% dos investimentos empresariais em pesquisa e desenvolvimento. “De cada R$ 1 produzido na indústria, são gerados R$ 2,44 na economia brasileira, enquanto na agropecuária esse valor é de R$ 1,72 e, no setor de comércio e serviços, R$ 1,48”, exemplificou.

Para movimentar o setor, a hidreletricidade mantém a sua relevância, mesmo com o avanço de outras fontes renováveis e não renováveis. Com 14 mil MW de capacidade instalada, a Itaipu foi responsável, em 2022, por 8,06% do suprimento de eletricidade do Brasil e 86,3% do Paraguai. Verri salientou que a energia produzida pela usina binacional é firme, limpa e renovável, garante a segurança ao setor elétrico nacional e viabiliza a entrada de fontes intermitentes – como a eólica e solar.

“Se Itaipu não existisse, estaríamos queimando 480 mil barris de combustível por dia. Imagine o dano que estaríamos causando ao meio ambiente”, completou Justo Zacarías Irún.

O diretor-geral brasileiro mencionou ainda o apoio de Itaipu para o desenvolvimento de novas fontes renováveis, como o hidrogênio verde e biogás, e o comprometimento da empresa com a Agenda 2030 e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

Verri também confirmou a informação de que há estudos em andamento para a utilização da lâmina de água do reservatório de Itaipu para instalação de placas fotovoltaicas. “Não aplicamos ainda porque tem toda uma parte de experiência, de ações que nós temos que fazer, respeitando a questão da fauna, da flora, a sobrevivência ambiental. Mas é possível.”

 

Ambiente de negócios

A Expo terá a participação de mais de 350 empresas, em setores como agronegócio, indústria, comércio e serviços. A programação inclui rodadas de negócios, feira, apresentação de startups, palestras e eventos culturais, com expectativa de movimentação acima de US$ 180 milhões (R$ 900 milhões) em negócios.

O site oficial da Expo, promovida pela Câmara de Comércio Paraguai Brasil, é o http://expoparaguaybrasil.com.

 




assessoria




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (45)999127301

Visitas: 13395770
Usuários Online: 384
Copyright (c) 2024 - radiorevistafronteira@gmail.com
Converse conosco pelo Whatsapp!